quinta-feira, 6 de outubro de 2011

é uma dor no peito, tão estranha, tão sombria. e sinto-me tão sozinha. sinto tanto a tua falta. choro, choro, choro. mas escondo as lágrimas, elas não se vêm, estão dentro de mim. consigo ter força suficiente para esconder o que sinto, e sorrir ao mundo. sou tão forte assim para aguentar? morro para te beijar de novo. já não me vejo a tocar nos lábios de outro rapaz. e não faz sentido para mim. para te esquecer era preciso eu querer, e eu não quero. eu não quero, porque desde o primeiro dia que me apaixonei por ti, eu disse ''é este que eu quero.'' gosto de ti.

2 comentários:

  1. pois eu também queria por uma dessas, mas não sei qual ._.
    obrigadaa fofinha!

    ResponderEliminar